terça-feira, 22 de novembro de 2011

E assim foi o MEU DIA...



Só agora tive tempo de parar pra escrever sobre meu aniversário.

Esse ano não vou falar sobre a Taiza Renata, até porque quem me conhece sabe muito bem como sou e quem lê o que eu escrevo tem um verdadeiro raio X da minha pessoa.

Falar que eu amo meu aniversário, que é a minha data preferida do ano, que é o momento de refletir o passado no presente com o intuito de melhorar o futuro, que fico em estado de graça no dia e nos dias que circundam, que é um momento de gratidão aflorada... creio que já andei falando e até escrevendo por aí.

Vou escrever como aconteceu esse ano, com todos os prós e contras.

A previsão para esse ano seria uma festa a fantasia, com direito a jantarzinho de primeira oferecido pela mamãe e DJ pra dançar até raiar o dia. A festa seria no sábado, dia 19, já que dia 17 cairia numa quinta-feira. A lista de convidados estava pronta. Haveriam pessoas dos quatro cantos do Brasil, com exceção do Oeste, que por lá não conheço ninguém.

A fantasia já estava na cabeça. Não encontraria pronta, teria que mandar fazer, já que foi algo que inventei, que tem tudo a ver comigo. Mas não vou poder contar, porque essa festa ainda vai sair e, se eu não mudar de idéia, estarei usando-a. Se não sair, eu conto depois, tá?

Então, a roda da vida girou e as coisas mudaram. Mudaram para melhor, porém não me senti segura pra gastar tanto dinheiro com festa, quando o momento é de segurar as pontas, as barras e tudo o que tenho direito.

Além do mais, no dia 19 haveria uma apresentação dos alunos da APAE (Associaçõ de Pais e Amigos dos Excepcionais) que eu não perderia por nada, nem pra comemorar meu aniversário, porque é uma lição de luta e superação.

Mas passar sem fazer absolutamente nada, é um desaforo. Comigo e com Deus, que escolheu esse dia, pra colocar no mundo essa pessoa que é a que mais amo na face da Terra. Aprendi a amar com o tempo, porque antes, eu era a última da lista. Mas a sábia Vida me ensinou muito e hoje eu gosto de me olhar e perceber a pessoa que me tornei. É dia de celebração sim.

Você deve estar se perguntando: “Quanto egocentrismo! E os defeitos???” Pois posso lhe responder que tenho um monte deles, oportunidades diárias que tenho de me tornar sempre uma pessoa melhor. E, apesar desse meu jeitinho, só me coloco no centro pra exaltar as pessoas à minha volta, se não, não haveria o menor sentido nisso.

Então, pessoa prática que sou, reservei espaço numa pizzaria, chamei os familiares e amigos mais chegados e nos reunimos para momento delicioso de descontração ao fim da tarde. Quando digo chegados, quero dizer, chegados do coração. Não convidei ninguém porque “tinha que convidar”, apenas pessoas que me dariam imenso prazer de estar comemorando essa data comigo. Faltaram alguns, mas eles me disseram logo no convite que não poderiam estar presentes por motivos de peso.

E a noite foi pra lá de agradável!!! Muita gente nova chegando, meus grandes e antigos amigos presentes, nossos filhos se encontrando, comida boa, gente do bem reunida e muita, muita conversa fiada e gargalhada. Gente de alto astral, coração leve e alma boa. Gente de palavras, olhares e atitudes sinceras. Gente que considero de verdade. O maior de todos os presentes pra mim. Uma prima veio no bate e volta de Brasília pra estar comigo e uma amiga de longa data veio de Palmas? Tem maior tesouro que isso?

E por falar em presentes... acho que da última vez que ganhei tanto presente foi nos meus 15 anos. Nossa!!! Quanto presente!!! Isso, sem contar o que era kit e pessoas que me deram mais de um presente, que contei como um presente só. Em cada um que abria, sentia o carinho da pessoa. Que delícia!

Depois de uma noite com amigos excelentes, pizza boa, conversa melhor ainda, muitas gargalhadas e mais de 400 fotos tiradas para registrar esse momento, cheguei em casa por volta da meia noite. Então, fui abrir todos os presentes, tentar identificar o que ganhei de quem e, após essa etapa, fui para o computador.

Muitas e muitas mensagens no Facebook, e-mails e um video editado especialmente pra mim. Se quiser ver, o endereço é http://www.youtube.com/watch?v=CW2bHRV28R8. Foram mais de 200 no total. Sem contar os telefonemas e mensagens que recebi por telefone. Eu, que mudei meu telefone e achei que meu telefone mal tocaria, passei o dia todo pendurado, mais parecia um brinco. Risos. Por fim, fui dormir às 3:30 hs da manhã me deliciando e curtindo cada segundo do meu aniversário.

Como eu gosto de me sentir paparicada por pessoas que são tão importantes na minha vida! Será carência? Talvez! Quem não é, né? Mas quanto mais me mimam, mais sou grata a Deus por essas pessoas que me cercam, que somam na minha vida, que me ensinam, que fazem parte da minha história. Uma a uma, cada qual com sua generosa contribuição me ajudando a construir a pessoa que sou hoje.
Foi assim que comecei esse novo ano, esse novo ciclo. Melhor impossível! E tudo o que tenho a fazer é agradecer, mais e mais, pela família maravilhosa que tenho, pelos amigos fiéis e, principalmente a Deus, por todas essas dádivas que ele manda todos os dias pra me fazer feliz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário