segunda-feira, 13 de outubro de 2014

E assim a vida segue...



Depois de tantos tombos e recomeços, eu sacudi a poeira da alma e passei a valorizar os pequenos momentos felizes, lembrando sempre de todas as sortes que eu tenho... 
A sorte de poder enxergar as cores do mundo, de conseguir me curar de todas as dores em que tenho tropeçado. 
E de ter a certeza de que as alegrias pesam muito mais do que os momentos ruins. 
Volta e meia dou uma limpa no coração e varro de lá as mágoas, as lembranças que pesam, as tristezas que teimam em cutucar minha felicidade. 
"Não foi porque não era pra ser" é quase um mantra. 
"E o que tiver que ser, virá" é uma certeza. 
Quem magoa e supervaloriza seus defeitos, não tem mesmo que ficar. 
Quem agride, mente e julga, nem merece ser ouvido. 
A gente tem que parar com a mania de se contentar com pouco, por medo do nada. 
Porque o bonito da vida, é ter sorrisos pra contar...

(Texto de Karla Tabalipa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário