quinta-feira, 9 de setembro de 2010

A beleza do amor


O amor é tudo,
É a amizade, o convívio,
A sabedoria, a alegria de viver
Amar é voar pelas nuvens,
Se sentir leve.

Amar é ver luz na escuridão,
Ver borboletas azuis em um deserto,
Ver água no chão trincado
É esquecer o mundo e pensar só em você.

O amor às vezes é doce, às vezes amargo,
Às vezes gentil, às vezes ruidoso,
Às vezes solidário, às vezes egoísta,
Mas é o amor, não tem jeito.
Não conseguimos controlar
A beleza do amor.


(Texto de Bruno Oliveira Ribeiro)

Um comentário:

  1. Amando?? Óbvio.E quem é o amor? Óbvio.Amando,amando,amando? Óbvio.Continuar amando? Óbvio.É a obviedade do amor!É óbvio.

    ResponderExcluir