quinta-feira, 13 de maio de 2010

Um dia por vez - 13/05/10 - Feliz...


Há poucos dias recebi um texto fantástico de uma amiga, o qual se chama “Feliz por Nada”, da Martha Medeiros. Lendo aquele texto fui me identificando a cada letrinha, a cada palavra, a cada frase formada, porque penso que a felicidade é mesmo uma questão de escolha e não precisamos de um motivo aparente para ser feliz.

Parece insano essa coisa de ser feliz por nada, mas se for, eu sou uma louca desvairada assumida, pois gosto de me sentir assim, procurando motivos que façam a vida valer a pena. Sou tão maluca que agradeço as dificuldades que encontro no meu caminho, pois elas me dão a certeza que sou capaz de resolvê-las.

Hoje mesmo. Tive pesadelos a noite toda, mas quando abri a janela e vi esse céu de anil é como se o mundo estivesse se abrindo naquele momento na minha frente e dissesse: “Vem que eu estou te esperando”. Então, já saio de casa brincando, cantando e vendo beleza nas pessoas e coisas à minha volta. Nasce em mim o sentimento de ser gentil, brincalhona, moleca e tudo que recebo é mais alegria em retorno cada gesto meu.

Acho mesmo que temos que comemorar os “pequenos” acontecimentos do tipo: ganhei na loteria, consegui passar no vestibular, comprei um carro novo, fechei um contrato esperado... tudo isso é muito bom, nos deixa feliz e é importante brindar por esses presentes em nossa vida.

Porém o mágico, o excepcional da vida é agradecer pelos grandes momentos como: não precisar depender de ninguém para se locomover ou se comunicar, receber um abraço gostoso daqueles bem demorados, rever um amigo querido, conversar bobagem, ouvir uma boa música, olhar pro céu e se deparar com o sol brilhando e aquecendo nossa alma, receber uma ligação de quem amamos e não estávamos esperando, receber o sorriso de um filho, ter uma noite de amor completa que mistura carinho com sacanagem da melhor, andar pela rua e ver que as árvores estão recheadas de flores, dar um beijo numa pessoa querida, reunir os amigos e extravasar as emoções... são tantos, que não poderia enumerá-los.

Nessa busca constante de viver com felicidade, é claro que tem dias que você vai levantar meio “assim”, se sentindo mais um na multidão, melancólico talvez. Acho que isso também faz parte, afinal precisamos nos conhecer por inteiro. A verdade é que somos mesmo seres sozinhos em nossa essência e nos descobrimos um pouquinho a cada dia. Acredito que nossa família, os amigos que afinamos, pessoas que trabalhamos nos vêem para nos mostrar quem somos, como agimos, servem também como um referencial de comparação para nos percebermos e querermos ser melhores. Até aquelas pessoas que muitas vezes queremos evitar, principalmente elas, nos vêm para somar algo em nossa vida.

E hoje eu só queria dizer isso, que acordei feliz. Acho que porque é dia 13 (número que acredito ser de sorte), ou porque vi uma pessoa que queria ver logo cedo, ou porque o céu está mais bonito hoje, ou porque está frio e nessas épocas as pessoas na rua estão sempre mais elegantes, ou porque vou num show que nunca fui com uma turma animada de amigos, ou porque contei um segredo meu que nem segredo era de fato porque todos já sabiam, ou porque sinto uma sintonia diferente com o Universo nesse dia, ou porque acordei com vontade de receber rosas brancas (mesmo que eu me presenteie com elas), ou porque quando liguei o carro quem cantava era Chico Buarque (uma música que adoro), ou porque sou uma louca varrida aos olhos de tantos que vive sonhando, brindando e celebrando a vida que tenho, o amor que recebo, as pessoas que me cercam, a pessoa que sou, os valores que possuo, o destino que me espera...

Espero que todos possam sentir um pouco dessa brisa leve e gostosa chamada felicidade, pelo menos por um momento curto do dia, para que possam se viciar nessa famosa loucura, pois como já disse Raul Seixas: “mais louco é quem me diz que não é feliz! Eu sou feliz!”

2 comentários:

  1. Nada como ter uma amiga assim!! Que te dá inspiração pra você escrever sobre a sua felicidade! E que bom que você se sente assim! Seria bom não, se todos conseguisemos dar valor as felicidades diárias e cotidianas, essas que não dependem de um grande acontecimento pra acontecer...destas felicidades simples e sutis...
    Grande beijo!!

    ResponderExcluir
  2. Taíza linda... realmente vc é a alegria em pessoa... De um entusiasmo constante, és realmente contagiante. Por isso minha linda, VC se torna essencial para a vida de cada um. É um previlegio te-la como amiga.. conselheira.. Obrigada por todas as palavras.. e atenção, gosto mtoooo de vc, continue sempre assim. Todos que estão ao seu redor, são pessoas previlegiadas!!!!!!!!!!! Um bjo e um abraço bem apertado! Te adoro... Aryane

    ResponderExcluir