quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Um anjo chamado Hélio

Procurei algumas palavras dentro de mim que descrevesse o Sr. Hélio em sua total magnitude e maestria, e me lembrei desse poema, chamado O GRANDE HOMEM que se aproxima de sua figura única. Ele diz assim:

"O grande homem é silenciosamente bom...
É genial - mas não exibe gênio ...
É poderoso - mas não ostenta poder ...
Socorre a todos - sem precipitação ...
É puro - mas não vocifera contra os impuros ...
Adora o que é sagrado - mas sem fanatismo ...
Carrega fardos pesados - com leveza e sem gemido ...
Domina - mas sem insolência ...
É humilde - mas sem servilismo ...
Fala a grandes distâncias - mas sem gritar ...
Ama - sem se oferecer ...
Faz bem a todos - antes que se perceba ...
Rasga caminhos novos - sem esmagar ninguém ...
Abre largos espaços - sem arrombar portas ...
Entra no coração humano - sem saber como ...
É como o Sol - assaz poderoso para sustentar um sistema planetário e,assaz delicado para beijar uma pétala de flor ...
Assim é, e assim age o homem verdadeiramente grande - porque é instrumento nas mãos de Deus."


E sendo um Grande Homem, Sr. Hélio passou pelas nossas vidas, deixando entre nós uma grande saudade e a certeza da missão cumprida. Para nós, restou a sua história gravada para sempre em nossos corações, um legado para nos espelharmos e fazer de nossas vidas e nossas almas mais nobres.


Sr. Hélio foi o marido companheiro de todas as horas, o pai de pulso firme sábio e grande condutor da família, o sogro tão paterno alegre e adorado, o avô amado brincalhão e arteiro, o irmão caloroso e amigo, o tio carinhoso e cheio de vida, o genro doce, o filho ideal, o cunhado amigo. Ele foi um homem que viveu para a sua família e a amou com todas as suas forças até o fim.


Para os amigos, tenho certeza que fica uma saudosa lembrança de um homem de bem, um homem de Deus que com sua extrema gentileza conquistou muitos amigos, os quais terão sua marca por sua hombridade e seu bom caráter.


Nesse momento, peço a Deus que o guarde sempre no lugar mais sagrado e agradeço também por nos dar a grande graça de podermos ter convivido com essa pessoa tão especial, tão linda, tão angelical. Agradeço ainda, Senhor Jesus, por mais sofrimento que isto tenha nos causado, que o Senhor o tenha levado para junto de ti, livrando-o de tanto sofrimento da carne, pois ele não merecia.


Sr. Hélio, onde quer que o senhor esteja, queremos que tenha certeza do nosso grande e eterno amor pelo senhor. Queremos que descanse na paz do Senhor Jesus Cristo, Nosso Salvador, e na graça de Nossa Senhora de Fátima, nossa Mãezinha querida.


Sentiremos dia-a-dia sua doce presença nos gestos mais singelos, nos olhares mais sinceros, na simplicidade de um sorriso, no brilho do sol, na brisa leve da manhã e em todos os momentos que podemos sentir a presença de Deus. Saberemos que ali, estarás também!

Nenhum comentário:

Postar um comentário